Conheça sobre a vida de Kelvin Hoefler nosso PRATA nas olímpiadas de Tóquio 2021



Da origem humilde no Guarujá a vitórias em megas competições em estádios: a trajetória do skatista número um do Brasil, Kelvin Hoefler, promessa de medalha na estreia do esporte nos jogos Olímpicos, é tema da série “Aspire – Inspire”. O audiovisual documenta as inspirações competitivas da equipe de skate Monster Energy, produtora do seriado, que ajudou esses atletas a superar obstáculos para alcançar o pódio.

O jovem Hoefler teve de lidar com a falta de uma pista profissional no Guarujá, o que levou seus pais a construírem uma pequena rampa na garagem de casa. A obsessão do Hoefler pelo esporte lhe rendeu o primeiro concurso de skate no Brasil aos nove anos e diversos títulos amadores ao longo dos anos.  O episódio visita locais improvisados da cidade de origem do atleta, para mostrar que essas dificuldades ainda são suportadas pela maioria dos skatistas brasileiros. Dirigidas por Ryan Neddeau, as cenas são intercaladas por entrevistas com familiares, amigos e figuras-chave da cena de skate brasileira, como Bob Burnquist.

“Lembro-me muito bem quando ele ganhou o seu primeiro skate. O pai dele deu de presente e foi muita alegria ”, disse a mãe, Roberta Hoefler Rodrigues, no episódio. “Kelvin progrediu muito rápido. Eu diria que foi imediato. Ele se levantou imediatamente. Ele se esforçou e progrediu muito rápido ”, disse o pai, Eneas de Souza.

No episódio, conhecemos a lenda do skate brasileiro Bob Burnquist, que fala sobre a ascensão de Hoefler a partir de seu próprio sucesso conquistado com muito suor. Burnquist é um modelo importante para o cenário do skate brasileiro e atualmente o atleta dos X Games mais condecorado do mundo em qualquer esporte, com 30 medalhas (incluindo 14 de ouro) em seu nome.

Questionado sobre a mentalidade de Hoefler e os desafios das competições de alto nível, Burnquist disse: “Você tem que estar calmo, frio e altamente confiante. A confiança vem de muito andar de skate e apenas ficar tranquilo, sabendo o que você faz. Kelvin sempre foi tranquilo. Ele pode trazer isso sempre quando for necessário. ”

Suas sólidas habilidades no skate ajudaram Hoefler a evoluir de novato para uma constante ameaça ao pódio praticamente da noite para o dia. Em 2015, ele se classificou para a liga competitiva Street League Skateboarding (SLS), conquistando o terceiro lugar no concurso Tampa Pro. Hoefler então começou a fazer história ao vencer o SLS Super Crown World Championship e o cobiçado título de SLS World Champion em sua primeira temporada como estreante.

“A primeira temporada foi muito boa. Eu era novo na liga ”, disse Hoefler, acrescentando: “E consegui as finais, então meu próximo objetivo era subir ao pódio. Eu queria ganhar o concurso e aconteceu! Eu fui o primeiro na Super Crown!”

O que se seguiu é uma das corridas competitivas de maior sucesso no skate profissional: Hoefler conquistou o primeiro lugar em competições de alto nível, como Dew Tour, Street League Skateboarding e X Games, onde detém cinco medalhas de street skating (2 ouro, 1 prata , 2 bronze). Em 2017, ele foi incluído no Livro de Recordes Mundiais do Guinness como “mais vitórias no ranking mundial de rua masculino de skate da Copa do Mundo”.

Hoje, Hoefler mora em Murrieta, Califórnia, e expande suas habilidades em um centro de treinamento particular em sua casa. “Quando eu era criança, meu sonho era ter um skatepark no meu quintal”, disse Hoefler. E enquanto seu sonho se tornava realidade, o episódio também mostra as dificuldades enfrentadas não só por Hoefler, mas pela maioria dos skatistas vindos do Brasil.

“Foi criada uma geração de skatistas com pouquíssimos recursos no Brasil. E eles começam a explodir porque aprendem a sobreviver no skate em tempos difíceis. Então, quando você torna a vida deles um pouco mais fácil, eles explodem, disse Douglas Prieto, Editor da Revista CemporcentoSKATE no Brasil, acrescentando: “Eu acho que é como uma receita: Aprendem muito com os momentos difíceis, e quando eles conseguem um pouco de ajuda, eles crescem exponencialmente. ”

Hoefler é conhecido por manobras de rua altamente técnicas em competições de alta pressão. Com 71.670 pontos no Olympic World Skateboarding Rankings, Hoefler é atualmente o número um no ranking brasileiro do skate de rua. Ele está em quinto lugar no geral, o que lhe garantiu vaga para disputar a Olimpíada. Ele comenta no episódio sobre a expectativa para a competição. “Eu acho que é muita pressão sob os meus ombros para representar o Brasil. Porque todo mundo fala que os skatistas brasileiros são bons. E precisamos provar isso. Então, eu vou disputar, me divertir e fazer o meu melhor”, diz.

Avatar de Sagaz

Por Sagaz

/// Diretor de Arte por profissão e Skatista da vida. Conhecido como Julio Sagaz no Vale do Paraíba/SP, skatista overall desde 1995, passando pelas marcas Ramp Real Street/Santos, Posso! Caçapava, Posso/Adidas, Posso/RedNose e DoubleM. Atualmente é diretor da agência de publicidade e criador do maior portal de skate do vale do Paraíba a Skate Vale Brasil. 🛹💥🤟🌎📌📸 #juntossomosmaisfortes #skatesalva #mapadaspistas #valedoparaibasp

26/07/2021 1:36 PM

1535 visualizações, 0 hoje